Saraus Identidade e Cultura

Infelizmente, precisei faltar no primeiro sarau. No segundo, apenas observei as apresentações alheias.

Terceiro Sarau

Devido a uma série de traumas infantis, minha veia artística ficou necrosada e pelo visto foi amputada. Uma vez que não havia artístico para apresentar, e como eu sou velho, resolvi dar um recado a turma.

Sou velho de internet. Um dos conceitos mais importantes da internet é, segundo o criador da Word Wide Web (WWW), Tim Bernes Lee, é o conteito de link.

Por link, podemos definir como um atalho para um recurso que se encontra em outro lugar. Assim, podemos sair de um lugar a outro apenas acessando esses recursos. Isso é um dos fundamentos da internet livre.

É óbvio que o capitalismo que impera não quer que você acesse facilmente outros recursos, em outros sites. As redes sociais (da qual eu chamo de anti-sociais), principalmente, estão acabando com a possibilidade de se navegar de forma livre. É quase impossível ver algum conteúdo no Facebook sem estar logado, o Instagram simplesmente não permite link nas postagem.

Fiquei muito satisfeito quando, na aula de Identidade e Cultura, a professora nos solicitou um blog como ferramenta para gerar conteúdo. Ainda que você não tenha o conteúdo criado em sua posse (está hospedado por uma empresa), ainda sim esse conteúdo é criado por você, e permite ser indexado livremente.

Espero que vocês mantenham seus bloguinhos ao fim da matéria.

Quarto Sarau

Ainda no estilo Recado do Tio Cesar, pretendo colocar a importância de fazermos com que nosso ingresso na UFABC é de extrema importância. Nesses tempos de Voldemort na presidência, temos um dever muito além do normal com o ensino publico.

Quinto Sarau

Iremos mostrar um mini-documentário sobre como os jovens de hoje veem a religião. Como é, sem essa cobrança familiar, e na era das redes sociais, a relação dos jovens com a religião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *