Não Alfabetizado

Minha identidade começa com um RG de não alfabetizado! Meu pai sempre foi “nóia” para essas coisas de criança perdida, sequestro, etc. Acho que meia hora depois de eu falar minha primeira palavra, ele já estava tentando fazer eu decorar o telefone de casa.

Para qualquer passeio, a gente (eu e minha irmã, Vanessa) tinhamos que repetir a ladainha:

  • Nome completo (meu e de meus pais);
  • Telefone de casa;
  • Endereço;

Eu tinha 5 anos quando ele levou a gente para tirar nossa cédula de identidade. Nessa época, eu não sabia escrever, então meu RG ficou como “NÃO ALFABETIZADO” durante um bom período, até o começo da minha adolescência.

Também não podíamos sair de casa sem uma cópia do RG, uma vez que o original ficava guardado em casa em um lugar onde um possível incêndio não queimaria os documentos da família.

Lembre de ter sido alguma vezes “zuado” pelo meu RG. Só fui tirar outro quando meu pai começou a me encher o saco dizendo que eu precisava tirar minha Carteira de Trabalho, e essa fica para outra história.

Bjus mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *